Category Archives: talvez um dia…

canal du midi

40º.
Um dia de calor sufocante que me traz uma sonolência sem fim.
Uma semana longa, sem descanso.
E dou comigo a pensar como seria bom poder hoje repousar nestas sombras incríveis, junto ao Canal du Midi. Ou dar por ali um passeio, a pedais…

uma ideia

«
Uma ideia é uma linha que sai de uma forma.
Podemos esquecer a ideia por medo de perder a forma.
E podemos mudar a partir da ideia.
Uma ideia é o tempo a actuar (a grande velocidade) sobre a forma.
Uma ideia é a hipótese que o tempo nos dá de mudarmos.
Duas ideias são duas hipóteses de mudança.
Três ideias: três hipóteses.
Quatro ideias: quatro hipóteses.
A forma sem ideias não muda…
…envelhece.
As ideias são ajudantes do tempo.

»
(Gonçalo M. Tavares, O senhor Swedenborg)

E eu tenho tantas ideias por concretizar…

das férias

… li algures aquilo que alguém considera mais importante na vida.
“Amar, ser amado e nunca parar de aprender”.
Concordo em pleno!

Aprender foi o que fizemos com o guia do maravilhoso passeio pelo Parque Natural Doñana. 80Km em 4X4 a observar animais selvagens e a sorrir a cada descoberta! Para repetir, um outro dia…

Barcelona

[Foto do M.]

Barcelona é uma cidade onde eu gostava de viver.
Surpreendente em cada detalhe, em cada esquina. Cheia de vida, de gente, de ‘movida’.
Na distância da memória retenho Barcelona como uma cidade clara, plana, planeada a régua e esquadro.
Gaudi semeou tesouros por toda a cidade. Os pormenores arquitectónicos são deslumbrantes!
Gostava de ir a Barcelona outra vez. Talvez na Primavera. Passear nas Ramblas outra vez, e outra, até o sol se pôr. Almoçar outra vez perto da ‘La Boqueria’.
Gostava de ir a Barcelona outra vez porque me encantam cidades com gente dentro. Ou talvez porque Barcelona é uma cidade demasiado genuína para que se lhe possa ficar indiferente.

[Foto do M.]

[Barcelona, Agosto2003]

E Barcelona rima hoje na minha cabeça com esta música linda e tranquilizante. Aqui.

eu quero um gato.

Eu quero um gato para dar festas e mimos.
Para o ouvir ronronar no meu colo.
Para o ver crescer e brincar.

[Seia, 12maio2003]

E quem toma conta dele nas férias? E os pêlos nas roupas e em todo o lado?
E os cócós e os xixis?
E os sofás e as cortinas estragadas?
E o bichinho ter de ficar fechado em 100m2?

[Seia, 11maio2003]

Pois…
Se calhar não é boa ideia…
Mas eu gostava tanto!

mimos

[Almeirim, 29dezembro2009]

Sabes aqueles beijinhos-para-dar-sorte que iniciam cada uma das nossas viagens?
Acho que devíamos inventar uns do tipo beijinhos-para-fazer-desaparecer-chefes-incompetentes!
Sei compreender muito desse teu desalento, sei o que é ir trabalhar e estar rodeado de pessoas que percebem muito pouco do que fazem e que mesmo assim, por sorte, se safam!
Sei o que é ir trabalhar com pessoas más…
E também sei que isso faz voltar o sorriso para baixo.
Mas há sempre outras alternativas e outros sítios e outros sonhos.
Há a nossa VW T3 HochDach quase a andar.
E há sempre viagens novas para fazermos…

[França, 4dezembro2009]